sexta-feira, 26 de março de 2010

Mãos


As nossas mãos não são simples instrumentos do cérebro para realização de tarefas; elas são também delegadas para missões difíceis, delicadas,próprias do ser humano.Somente o homem tem mãos.
O que o os olhos não podem expressar, fazemos com as mãos
Elas exploram, apalpam,, vêem.
As mãos recolhem, acolhem,, distribuem.

Os olhos contemplam, as mãos agem, se manifestam.
São elas que , acenam de longe, batem nas costas, aplaudem, rezam.

As duas têm a mesma formação cultural, mas geralmente só uma sabe escrever.
Jamais exploramos toda a potencialidade de nossas mãos.

As mãos simbolizam o próprio”eu” da criatura.
A personalidade nelas está gravada.
Muito mias que na cara e no nome, nossa identidade está nas impressões digitais

Na palma da mão há todo um jogo de linhas que desenham tanto o destino quanto a atividade humana.
Na verdade as mãos guardam grandes mistérios.
Elas são capazes de atos nobres, mas também podem espalhar desolação.

As mãos podem salvar e matar.
Espallhar sementes de amor e de ódio, acariciar ou agredir, abrir-se em doação ou fechar-se avarentas.

Mas o ideal é que nossas mãos estejamsempre a serviço do bem e da beleza, semeadoras de esperança, amor e paz.

Luis Fernando Veríssimo, Jornal do brasil,Revista de domingo, 15/05/92

Um comentário:

  1. Lindo texto, profundo mesmo.
    Parabéns, pelas escolhas bacanas dos textos postados.

    ResponderExcluir